sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

O ESTOURO DA MANADA DO MARKETING NO SECOND LIFE

Ter uma segunda vida virtual virou o grande desejo de centenas de marcas dos mais variados segmentos. De uma hora para outra bateu uma grande neurose e todo mundo quer comprar um terreno no Second Life e colocar sua marca lá. Escutei marqueteiros amigos desesperados para fazer o mais rápido possível a sua ação porque iriam perder a oportunidade de exibirem suas marcas no mundo virtual do Second Life.Notícias na imprensa: É a primeira marca de automóveis a estar no Second Life! Viva! É a primeira marca de móveis! Viva! É a primeira empresa gaúcha! É a primeira rádio! Todo mundo quer ser o primeiro e todo mundo quer desesperadamente colocar sua marca. Ninguém quer perder esse bandwagon. Em resumo, todo mundo quer desesperadamente estar lá com sua marca e transformar o Second Life na mesma coisa que já temos no nosso mundinho off-line. Placas com marcas por todo lado, milhares de impactos, produções baratas, comerciais com aquela piadinha sem graça no final, comerciais chatos e todo o resto que a gente sabe.Daqui a pouco alguém vai ter uma idéia mais genial ainda e vai levar todo o varejo para lá com ofertas fantásticas! Você vai poder comprar tudo para a sua casa no Second Life e vai surgir alguma versão piorada do "só amanhã" ou coisa que o valia para encantar avatares e irritar gente real.Quatro coisas me chamam atenção nessa neurose toda:Primeiro: é irônico, mas salta aos olhos a falta de imaginação e a incapacidade de sair do raso quando se pensa em marketing no mundo virtual. O contexto não podia ser mais inédito, mais louco e surpreendente e o recriamos exatamente com as mesmas coisas do marketing do mundo real que nos fazem "fugir" para o Second Life.Segundo: tem muita marca desesperada para estar lá que ainda não conseguiu cumprir o básico com seus clientes no mundo real e que deveria primeiro tentar estabelecer alguma coisa boa por aqui com a sua base antes de tentar estar lá.Terceiro: adequação. A neurose é tanta para estar lá que pouca gente reflete se precisa "estar lá falando com esse público que está lá". Será mesmo?...Você pensou bem ou teve essa idéia depois que o Second Life foi capa da Revista Veja?Quarto: o que nos mata no marketing é a idéia de que temos de fazer porque todo mundo está fazendo. É o contrário!Se alguém já fez, é passado! Paciência. Se alguém já fez você não deve fazer. Porque todo mundo está fazendo é o melhor argumento para você não fazer. Ou você ficará igual a todos. Se você fizer agora estará junto correndo com toda a manada! Mais precisamente do meio pro final da manada. Ou seja, comendo poeira e não ganhando nada.

Nenhum comentário: